Infraestrutura de TI para sala de aula 4.0. Por onde começar?

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Infraestrutura de TI para sala de aula 4.0

A tecnologia pode ser uma forte aliada para fornecer a um maior número de alunos uma experiência de ensino e aprendizagem inovadora na era da transformação digital. A dúvida que permeia a cabeça dos gestores está justamente no primeiro passo. Uma enxurrada de Edtechs despontam no mercado com ofertas atraentes de plataformas e softwares, mas como incorporar as novas tecnologias, transformar a cultura e ainda aliar a proposta pedagógica às novidades da onda da Educação 4.0? A próxima grande inovação deverá transcender a experiência de aprendizado e oferecer um modelo de negócios que torne a implantação da tecnologia sustentável e escalável.

Neste sentindo, a locação de infraestrutura de TI com serviços, por exemplo, é um modelo de negócios largamente adotado em empresas, que oferecem soluções integradas de hardware e software e ainda pode adicionar serviços, por um pagamento mensal. É uma modalidade que ganhará força no setor educacional.

Sala de Aula Colaborativa

Pensando em equipamentos, se a escola deseja realmente avançar rumo ao novo modelo de ensino proposto pela Educação 4.0, investir em notebooks, tablets, estações móveis de computadores, em televisores, conexão de internet e retroprojetores, são itens que já permitem a criação de uma sala de aula colaborativa. Hoje o mercado oferece opções de aquisição ou locação, e nesta segunda opção, os serviços de suporte e atualização de modelos já otimizam os investimentos e as “dores de cabeça” que surgem no dia a dia com manutenção e possíveis problemas técnicos.

Google, Apple e Microsoft, parceiros de soluções para educação

Optar por um modelo de gestão pedagógico que facilite o processo de pesquisas, aplicação de provas online, correção, comunicação com pais e alunos também deve ser considerado. As gigantes de tecnologia, como Google, Apple e Microsoft contam com plataformas de educação desenhadas para a área educacional que envolvem treinamento e capacitação de Gestores e Professores.  Aqui entram os serviços que podem ser adicionados à um modelo de locação de hardware: gerenciar as plataformas e atualizar os professores entram no pacote de locação, os investimentos são diluídos e a instituição pode avançar de forma sustentável nas demandas da Educação 4.0.

Google

Tanto no jardim de infância, quanto em universidades, o Google For Education auxilia professores, alunos e instituições com ferramentas de colaboração do G Suite For Education, além de Chromebooks avançados e acessíveis.

Apple                                                                                                                        

A oferta Apple para educação oferece aos alunos liberdade e expressão. O iPad, simples na experiência de uso e prático, foi criado segundo o fabricante para acompanhar as ideias dos seus alunos em qualquer hora e lugar. Um pacote completo de apps de criação complementam a oferta do iPad, além de Guias de projetos, aulas de programação, entre outras oportunidades e opções.

Microsoft

Uma plataforma de aprendizado econômica e acessível, o Windows 10 apresenta capacidades de escritas à tinta digital e ferramentas de colaboração modernas, que ampliam os resultados de aprendizagem. Com dispositivos de fácil configuração, implementação e gestão.

Alugar infraestrutura de TI e de educação digital ou investir na compra? Qual o passo mais adequado?

E a sua escola? Já deu o primeiro passo rumo à nova era da Educação 4.0?

*Leonardo Muller, é diretor comercial da Agasus, empresa especializada em locação de equipamentos e dispositivos de TI (Outsourcing de Infraestrutura de TI.

suporte

suporte

Deixe um comentario

Fique por dentro das novidades

Prometemos que não receberá Spam! todos seus dados estão seguros em nosso site certificado SSL.